na estrada


não quero escrever estas palavras
fechar esta janela de mundos
por onde não chego ao teu

com aquela música na estrada
ver os traços brancos
e os nomes do caminho
ficar para trás
apagar a distância

levar uma flor
um abraço um sorriso
amigo
rever o teu olhar
que preciso
amigo

e ao chegar
entrar não pensar
ou querer
sei

o que agora te falta
não tenho para levar

11 comentários:

Ignota disse...

Eu queria não saber que já não o quer receber, ainda que saiba que ainda lhe falta.

Expressivo. *

Os_meus_rabiscos disse...

Adorei!

Os_meus_rabiscos disse...

Adorei!

Carla disse...

tens a amizade e isso é quanto baste...gostei muito

Zé Manel disse...

Ignota,

A vida faz-se de escolhas, decisões...
Nem sempre convergem.

Abraço :)

Zé Manel disse...

Os meus rabiscos,

Fico muito satisfeito que lhe agrade x2 :)

Bem vinda
Abraço

Zé Manel disse...

Carla,

... humm, não. Não basta.
Sem essa amizade nada é possivel.
Acredito ser possivel...
O tempo e o espaço devem ser respeitados.
Só assim me parece possível coincidirem, ou não :(
Sem pressa...

Incongruente disse...

"Não tenho para levar
o que agora te falta
sei querer ou não
entrar pensar e ao chegar
Amigo
que preciso rever o teu olhar
amigo
um abraço
um sorriso
levar uma flor
apagar a distância
ficar para trás
e os nomes do caminho
ver os traços brancos
com aquela música
na estrada
por onde não chego ao teu
fechar esta janela de mundos
não quero escrever estas palavras"

Adorei lê-lo assim.

(As curvas do caminho serão sempre mais inesperadas e interessantes que as rectas que tudo mostram.)

Beijo.

Zé Manel disse...

Incongruente,

Não é isso que está escrito.
Isso foi o que escolheste ver...

Conseguiste transformar o que disse numa sacanisse!

Eu sei o que me falta e quero.
E ela?

Acabei de te pedir ajuda...


beijo

Incongruente disse...

Zé,

Desculpa.

Zé Manel disse...

Incongruente,

Desculpo. Claro.

Tanto nos magoam que acabamos por ver a mentira em todo o lado...
A confiança desaparece e nada é possível.

Eu, ingénuo, com idade e escola de vida para ser um filho da puta, optei há muito não ser.
Não é fácil...

Mas tem momentos.
Meus.