sentir|só


Esta ausência evidente que nunca imaginei não ser constante e omnipresente.
A vontade do prazer do sexo desapareceu, se lenta e gradualmente não sei. 
Apesar das ocasiões propícias a tal serem frequentes, há muito que não acontece um envolvimento físico, digo, relações sexuais, sexo, foder, quecas ...
Ainda que não seja indiferente á beleza, aos jogos de sedução que massagam o ego e me estímulam a curiosidade, não é suficiente.
É a prática generalizada, justificada pela suposta necessidade de um equilíbrio emocional e social indispensável, a leveza com que se encara e aceita uma relação física, com total ausência da intelectual da emocional e espiritual, que agora me provoca a sensação responsável pela incapacidade de me envolver em tais prácticas.
Surpreende-me a flutuação radical, leviana, dos amores e desamores em contraste com a indisponibilidade a insegurança e o medo com que se pretende e acredita ser possível estabelecer relações.
Não existindo como base uma comunicação séria consciente e honesta parece-me fútil, efémero, pequenino.

Fico a pensar e já não quero pensar e perceber...
Faz-me falta sentir, preciso sentir, só...

Também

9 comentários:

S. disse...

percebe para lá dos olhos...

Zé Manel disse...

S.,

Afinal não quero perceber.
Acho eu ...

Prefiro sentir. Quero.

Obrigado pela visita e pelas palavras que espalhaste por aqui...

Abraço :)

Zé Manel disse...

S.,

... fiquei a pensar... e escrevi mais depois do teu comentário.
Mas é por isso que digo:
É bom ter um blogue!

sorry... :)

Å®t Øf £övë disse...

Zé,
A vida é feita de ciclos, nos quais as nossas vontades vão mudando.
Abraço.

Incongruente disse...

Zé,

Que são lecas?

Sentir de emoção ou sentir de físico?
Sentir fisicamente apenas ~pode ser (é!) tão vazio q é só mesmo um momento, e sentir de emoção contínua no tempo pode tornar-se apetecível mas impossível pelas vivências.

Ee o tempo está sempre do nosso lado e contra nós.Sempre!

Abraço e uma semana a sentir sorrisos.

Zé Manel disse...

Art,

É como dizes, surpreendente!
Os mistérios da vida... :)

Abraço

Zé Manel disse...

Incongruente,

As lecas são emoção, resultado de um sentimento que se arrasta no tempo, são parte de uma história que aqui não cabe, distracção minha incluir essa expressão neste texto, já tirei. (incongruências!) :)

Não me parece que o tempo esteja contra ou a favor... afinal somos nós os responsáveis do que fazemos com ele. Sempre!

Abraço

Que os sorrisos te inundem os dias...

Incongruente disse...

Zé,

Gostava das lecas! :(

O tempo é cúmplice quando se estica para nos dar prazer e também quando nos faz esbater ideias e estados de alma que nos 'tramavam'.

O tempo joga contra quando passa célere demais e não o desejávamos, quando se arrasta e queríamos fugir.

Não?

Sorrisos.

Zé Manel disse...

Incongruente,

Eu também :(

Sim... tens razão...

Mais uma vez percebo utilizar mal o português.
Digo arrastar, que implica esforço e teimosia, em relação a um sentimento que há muito me acompanha e do qual me orgulho e ajuda a querer ser maior.

"Invejo" a transparência do que escreves.

Gosto de te ver por aqui.
Agora vou aí.

Abraço e sorriso