Eu:6


Aceitei o repto colocado pela Ignota com um sorrisso que reflecte o prazer do desafio e por sentir fazer parte deste espaço onde ando há tão pouco e encontro Pessoas fantásticas que aos meus dias faltam.
Lembrei há muito ter feito o mesmo exercício e que á distância me pareceu fácil.
Agora não.
Inicialmente o número seis pareceu enorme e rápidamente infímo para tanto eu... desculpem a falta de modéstia.
Enfim... e para começar:

# Sou honesto
Quero ser. O esforço e a atenção é diário. Sublinho esforço.
Nasci honesto, mas lembro quando optei não ser. As justificações para tal decisão fariam verter algumas lágrimas de compaixão, aqui desnecessárias.
Importante é o dia em que constatei não saber já quem era e que para tal mudar era urgente ser honesto. Comigo!
Foi há muito, mas em termos de honestidade, sou ainda um aprendiz que fácilmente se engana.
Não acredito em relações, de qualquer tipo, não tendo por alícerce esse princípio básico.
Não é fácil ser honesto no mundo que vivemos, as consequências são evidentes em termos prácticos e emocionais, sou desagradável e tantas vezes inconveniente, mas a consciência que daí surge significa Paz.

# Sou preguiçoso
Não quero ser. O esforço e a atenção é diário. Sublinho esforço.
Ainda criança, percebi a facilidade com que executava as minhas obrigações e com resultados acima da média.
Com noção real da possibilidade de a mim próprio surpreender sempre optei pela preguiça.
Adio o que preciso fazer multliplicando o prazer do que gosto...
Por isso digo: na vida fiz já algumas coisas que os outros acham bem feitas e eu sei poder fazer melhor.
As duas que fiz bem, são mágicas e todos os dias me surpreendem.

# Sou amigo
Sou. Disponível sempre que necessário, altruísta muitas vezes.
Dispo a camisa, gasto os ultimos euros para os ver felizes.
Só muito tarde soube ser. Tenho poucos, mas tão amigos.
Espero deles frontalidade e que aceitem a minha sem a considerarem julgamento.
Sou ombro para chorar e incentivo para rir.
Que me aceitem como sou e tolerantes porque não como ainda quero ser. 
Todos os dias sinto uma dôr imensa, pois estúpidamente perdi O mais importante...

# Sou difícil
Não quero ser. E há tudo a fazer.
Persistente e por vezes teimoso por saber já não ter razão.
O que quero hoje amanhâ não. A conquista com sabor a derrota.
Mudo de direcção quando quero. Porque quero... apesar do que me dizem os que me querem bem e saber terem razão.
Tenho enormes dificuldades de comunicação. Ao exprimir o que penso e sinto os mal entendidos são frequentes...
Espero que me perdoem um dia.

# Sou Sonhador
Sou. E não há nada a fazer.
Por isso mudo de direcção quando quero.
Viveria sempre no mundo que sei ser possível mas nunca será...
E sofro. Mas continuo a acreditar que se quero é possivel.
Por vezes nos meus sonhos arrasto e faço sofrer quem mais gosta de mim.
Por não querer magoar ou ser magoado, agora, cheio de medo também, sózinho.

# Sou apaixonado
Sou. E não há nada a fazer.
Por tudo que faço e sinto. Porque só assim faço e sei viver.
E os momentos altos são inacessiveis a escaladores profissionais e nos baixos só estou eu...
Não prescindo de mim e quero viver um amor que me dizem impossivel e eu sei saber ser o único viável porque honesto e dos dias.
Gostar sem te querer mudar ou ter.

Concerteza virá.
Agora lento, maturo, sério como nunca e só ascendente.

8 comentários:

Incongruente disse...

Subscrevo e passo o desafio posso faazer essa batota? Gostei de te 'conhecer' e reafirmo que gosto do que 'vejo' e ser difícil é resistir ao comodismo, ser preguiçoso é saber saborear, ser honesto é saber ser frontal por mais que se saiba que a mentirinha agrada mais.

Abraço Zé e não mudes mesmo por esse amor que em ti cabe possível e quem sabe não será mesmo ascendente, porque só pode ser ascendente, com toda essa bagagem que levas.

Ignota disse...

Que fascínio de resposta, Zé Manel! :D

. que o esforço pela honestidade nunca se esgote e que as coisas menos boas do passado sirvam, nunca para te prender ao que já lá vai, mas libertar no momento que tens agora, aprendendo bem as lições, recordando atrás sempre que for necessário recomeçar - e que o esforço não pare!

. também tenho essa preguiça, mas em relação a algumas áreas - feliz ou infelizmente, não tenho essa facilidade em tudo -, mas tendo um irmão sobredotado, valorizo muito a aparente - pelo menos - ausência de arrogância, de sentimento de superioridade.

. quantas pessoas precisam ainda de aprender a ser amigas? valorizo muito essa capacidade que se aprende, não sei se será inata para alguém.

. como eu adoro pessoas difíceis - pela felicidade que sinto ao vê-las evoluir e por me sentir útil mesmo a tentar ajudá-las - paranóias de uma apaixonada por pessoas!

. um sonhador altruísta acaba por sofrer ainda mais do que um simples sonhador; não te deixes ficar sozinho, custa mais e não terá tanto valor.

. um sonhador apaixonado, portanto - sem mais a acrescentar.

Obrigada por teres aceite e respodido ao desafio com tanto empenho e esforço, "sublinho esforço". :)
Uma boa auto-análise, atiro eu para o ar.

P.S.: tenho de aceitar e passar desafios destes mais vezes.

zé manel disse...

Incongruente,
( um dia destes arranjo uma abreviatura...)

Passar não parecece teu...
O exercício é salutar.
Construtivo.
Ficamos á espera de saber as seis.

Obrigado.
Muito obrigado...

Parece tão pouca daqui...

zé manel disse...

Ignota,

Eu é que agradeço o convite...

E teres obrigado este miúdo a pensar...
E sentir que faço parte...

Obrigado

Até...

Elsa disse...

"por sentir fazer parte deste espaço"... é fascinante encontrar tantas pessoas que entendem a nossa essência!...
tb sou bem preguiçosa e adoro!
mesmo que depois pense que faltam horas aos meus dias...
:)

vou voltar, ou melhor vou continuar a ler-te!...

jokas

zé manel disse...

Elsa,

obrigado pela visita e os comentários que por aí deixaste.
Vou continuar a visitar o teu blog que gosto muito.

Até

Elsa disse...

Fica com uma certeza, só comento quando gosto!

tem um bom dia!...

zé manel disse...

Elsa,

Muito obrigado.
Gosto de pessoas directas, honestas.

Como tu dizes

Jocas