ontem


Não foram mais de uma mão cheia de frases, concerteza mal construidas, que consegui deixar escapar durante todo o dia, sempre de olhos fechados, porque o esforço não permitia acções tão complexas em simultâneo...
O dia esgotou-se com uma velocidade estonteante e a noite chegou cedo para me poupar ao sofrimento que a luz provocava, não percebi de onde vinha, garanto que o céu esteve cinzento, carregado de nuvens negras e pesadas e recordo ainda o som agressivo da trovoada ao longe.

Cá dentro.

A sopa perdeu o sabor em contraste com o que persistia não desaparecer da boca, o sofá onde me enterrei é desconfortável, as legendas fogem sem que as consiga decifrar, o telefone insiste em vibrar e não descubro como o calar...

Coisas que queria fazer e sitios onde queria ir. Ontem.

10 comentários:

Narrador disse...

A sopa...lembro-me do Leonardo da Vinci...Num do escritos ele deixa um esboço do coração humano incompleto, porque diz que a sopa está a arrefecer em cima da mesa...

O que ficou aqui incompleto ZM?


Abraço!

zm disse...

Narrador,
...

O dia.
A alma vazia.
Tem dias...
Outros em que sou feliz!

Tema para uma tese e não um "post"...

Gosto muito do que escreves, repito-me, ainda que não me apeteça ler|ver como ontem.
Não há coincidências... Dizem.

Ainda que não te conheça, conhecendo, gosto muito de ti.

Grande abraço
Obrigado

KI disse...

Arrefece-me o cérebro. Não me apetece comer. Por vezes tolda-me a indiferença embalada numa tristeza morna como que cultivada.

Por dentro...sempre.

KI disse...

Arrefece-me o cérebro. Não me apetece comer. Por vezes tolda-me a indiferença embalada numa tristeza morna como que cultivada.

Por dentro...sempre.

KI disse...

Arrefece-me o cérebro. Não me apetece comer. Por vezes tolda-me a indiferença embalada numa tristeza morna como que cultivada.

Por dentro...sempre.

KI disse...

God! N queria arrefecer tanto!! fiquei memso burra!!

zm disse...

Cá dentro. Sempre.

O espanto de perceber o poder das palavras escritas por alguém que me aquece e transforma a tristeza persistente num sorriso tímido de uma ternura esperada...

Cá dentro... Sempre. Tu.

Elsa disse...

Há dias assim...
dias em que fica apenas o vazio... eu chamo-lhes "2ªs feiras"

fazem parte da nossa vida!...

sorrisos muitos!

zm disse...

Olá Elsa,

E outros que são cheios!!
Terça, Quarta, Quinta, Sexta, Sábado, Domingo e ás vezes... Segunda...

É a vida!!!

Sorrisos
Bem aparecida

Elsa disse...

Bolas!...
Gosto mesmo de nuvens... e já vi que não sou só eu que ando de olhos e alma no céu!...

o que são para ti?
Algodão doce? Ondas do mar? ...

Partilhamos o lugar ideal para SONHAR!...

sorrisos!...